Há 94 anos o Instituto Nossa Senhora da Piedade contribui para o desenvolvimento de Ilhéus e região, educando jovens para o convívio social. Tudo começou com o convite feito, em 1916, pelo 1º Bispo de Ilhéus, D. Manuel de Paiva, à Madre Maria Thaís Paillart para aqui fundar uma escola para meninas, já que a região, na época, carecia de educação formal.

Segundo Borges de Barros (1981), o coronel Misael Tavares mandou construir, a partir do ano de 1914, o prédio que abrigaria, daí em diante, a sua família. Este prédio, denominado Palacete Misael Tavares, está situado na antiga rua Conselheiro Saraiva, hoje Antonio Lavigne de Lemos.

 

Cine-Teatro Ilhéos foi inaugurado em 22 de dezembro de 1932, fruto de incentivo fiscal concedido pelo então intendente municipal Eusinio Lavigne.

igreja Matriz de São Jorge é uma construção do final do século XVII, segundo o IPAC. É uma Igreja de relevante interesse histórico e arquitetônico, com nave, capela-mor, corredor e lateral, sacristia e torre, do lado esquerdo.

 

O bar Vesúvio foi inaugurado, entre 1919 e 1920, no ponto mais freqüentado da cidade que começava a crescer e despontava como a mais importante do interior da Bahia.

 

Museu de objetos de uso de Jorge Amado e família, além de fotos e linha do tempo da história do escritor.

O prédio que abriga atualmente a Biblioteca Adonias Filho e o Arquivo João Mangabeira foi inaugurado em 31 de dezembro de 1915, tendo se constituído na primeira escola pública municipal.

Em 20 de janeiro de 1898, foi lançada a pedra fundamental do edifício, pelo Ten. Cel. Domingos Adami de Sá, no local onde existiu a antiga casa dos jesuítas, cujas ruínas foram inteiramente demolidas.